Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Os 10 carros flex mais econômicos no Brasil

Atualizamos a lista com os modelos de melhor consumo na cidade e na estrada


segunda-feira, 04/setembro/2017
Os 10 carros flex mais econômicos no Brasil

Em julho deste ano o governo federal estabeleceu uma política que permite reajustes diários dos combustíveis, caso necessário. E na época, definiu uma nova alíquota tributária que encareceu o litro da gasolina e do etanol em até 30%.

Na última sexta (1.º), repetiu a dose elevando em 4,2% o preço da gasolina nas refinarias, o que deve refletir em novo aumento nas bombas nos próximos dias, ainda mais em véspera de feriado de 7 de setembro.

Os reajustes são mais sentidos para o motorista que usa o carro regularmente. Para este grupo, o consumo passou a ser um quesito ainda mais relevante na hora da escolher um veículo.

Para ajudar o consumidor neste tarefa, o Inmetro criou o programa de eficiência energética que aponta os gastos com gasolina, etanol e diesel na cidade e na estrada dos carros vendidos no Brasil. É uma ferramenta útil para balizar quais são os modelos mais econômicos e os mais beberrões.

Contudo, a entidade utiliza o consumo energético em MJ/km (megajoule por quilômetro) como critério para criar o ranking. Quanto menor este número, mais econômico é o veículo. Caso dois automóveis tenham o mesmo consumo, o desempate é feito pela quantidade de g/km de CO2, em ordem crescente.

Este levantamento é divulgado com frequência pelo Inmetro, à medida que novos veículos são lançados e outros vão deixando o mercado. E também atualizamos a lista dos dez carros flexíveis com os melhores índices acompanhando as novidades do mercado e também os ajustes regulares nos preços dos veículos.

A mair recente atualização inclui os recém-lançados Renault Kwid e o Fiat Mobi 1.0 GSR. Há modelos que possuem diferentes versões entre os melhores consumos, como é o caso do up! e do Mobi. Por isso, decidimos colocar no ranking apenas a melhor classificada para evitar repetições de um mesmo modelo. Confira:

1.º PEUGEOT 208 1.2

Peugeot 208 1.2-kOnF-ID000002-1024x568@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,39

Cidade: 10,4/ 14,8 km/l (e/g)

Estrada: 11,0/ 15,8 km/l (e/g)

Motor: 1.2, de 90 cv e 13 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: de R$ 52.990 a R$ 60.290

A adoção do motor 1.2 flex PureTech fez a 208 pular para o topo do ranking dos carros mais econômicos do país.

O consumo surpreende, especialmente na estrada, que, segundo o Inmetro, alcança 15,8 km/l quando abastecido com gasolina. No entanto, é comum ele passar deste índice na vida real.

O desempenho do Peugeot 208 1.2 é compatível com os modelos híbridos que rodam no Brasil.

2.º RENAULT KWID 1.0

Renault Kwid_20170903145730-kOnF-ID000002-1024x609@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,39

Cidade: 10,3/ 14,9 km/l (e/g)

Estrada: 10,8/ 15,6 km/l (e/g)

Motor: 1.0, de 70 cv e 9,8 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: de R$ 29.990 a R$ 39.990

O motor 1.0 SCe do Kwid, emprestado do Sandero, foi recalibrado para privilegiar o baixo consumo. Com isso, perdeu potência – no hatch maior são 82 cv no etanol – , mas aliado ao baixo peso do subcompacto tornou-se um dos modelos mais econômicos do país, lado a lado com o 208.

Na medição do Inmetro a diferença entre os dois está na emissão de poluentes: 86 g/km de CO2 do Renault, contra os 85 g/km do Peugeot.

3.º VOLKSWAGEN UP! 1.0 TSI

Novo_up_1-kOnF-ID000002-1024x683@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,40

Cidade: 10,0/ 14,3 km/l (e/g)

Estrada: 11,5/ 16,3 km/l (e/g)

Motor: 1.0 turbo, de 105 cv e 16,8 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: R$ 48.290 (Move)

O carro que inaugurou uma nova era para os motores turbo no Brasil passou por uma reestilização na linha 2018 e algumas evoluções em equipamento que fizeram o subcompacto subir uma posição na lista – havia sido ultrapassado pelo Fiat Mobi Drive 1.0 GSR.

A configuração Move alcança os 1,40 MJ/km graças ao uso de rodas de 14” com tecnologia ‘verde’ implementada no up! atualizado, o que se reflete em um rendimento de 16,3 km/l no ciclo rodoviário (gasolina). Quando equipado com as rodas de 15”, o rendimento cai para 1,44 MJ/km e faz 16,0 km/l.

Já o up! 1.0 aspirado possui índice de 1,46 MJ/km, consumindo 14,2 km/l na cidade e 15,3 km/l na estrada com gasolina.

4.º CITROËN C3 1.2

Citroen C3-kOnF-ID000002-1024x707@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,42

Cidade: 10,2/ 14,3 km/l (e/g)

Estrada: 10,8/ 15,6 km/l (e/g)

Motor: 1.2, de 90 cv e 13,0 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: de R$ 48.490 a R$ 55.940

O moderno motor 1.2 Pure Tech chegou também ao C3, o que possibilitou ao modelo figurar no ranking ao lado do coirmão 208.

A diferença dos números para o hatch da Peugeot está no peso entre os modelos e no coeficiente aerodinâmico. Isso não quer dizer que o C3 deixa a desejar, ao contrário, ele registra 15,6 km/l na estrada, segundo o Inmetro, mas pode ir além dependendo do peso do pé do motorista..

5.º FIAT MOBI 1.0 GSR

imagem_20170903145515-kOnF-ID000002-1024x682@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,43

Cidade: 9,8/ 14,0 km/l (e/g)

Estrada: 11,1/ 15,9 km/l (e/g)

Motor: 1.0, de 77 cv e 10,9 kgfm (etanol)

Câmbio: automatizado, 5 marchas

Preços: R$ 44.780

A versão automatizada apresenta a nova caixa que ameniza os solavancos nas trocas de marchas e a demora de resposta em arrancadas e retomadas – situações que arranharam bastante a imagem dos modelos automatizados com monoembreagem.

O Mobi GSR vem equipado com o novo motor 1.0 FireFly, de três cilindros, e chega fazer 14 km/l de gasolina na cidade, contra 13,7 km/k da opção com câmbio manual.

6.º FIAT ARGO 1.0

Fiat Argo-kOnF-ID000002-1024x645@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,45

Cidade: 9,9/ 14,2 km/l (e/g)

Estrada: 10,7/ 15,1 km/l (e/g)

Motor: 1.0, de 77 cv e 10,9 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: R$ 46.800

Equipado com o mesmo 1.0 FireFly, de três cilindros do Mobi Drive, o Argo consegue ter um desempenho no consumo bem similar ao subcompacto mesmo sendo maior. E o comportamento dinâmico do carro na cidade agrada bastante.

Recém-lançado, o modelo é aposta da Fiat para voltar a brigar pelo topo do ranking em vendas. A versão 1.0 Drive, segunda a montadora, será responsável por 35% das vendas do modelo, cabendo a 1.3 outros 40% e a 1.8, 25%.

7.º FORD KA 1.0

Ford KA-kOnF-ID000002-1024x683@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,49

Cidade: 9,2/ 13,5 km/l (e/g)

Estrada: 10,8/ 15,7 km/l (e/g)

Motor: 1.0, de 85 cv e 10,7 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: de R$ 43.760

Outro compacto com motor de três cilindros da lista. E curiosamente a versão de entrada 1.0 SE (1,49 MJ/km) gasta menos combustível que a 1.0 SEL (1,52 MJ/km), ambas com transmissão manual de 5 marchas.

O Ford Ka ainda detém o posto de 1.0 flex aspirado mais potente do país.

8.º RENAULT LOGAN 1.0

Renault Logan_20170903145241-kOnF-ID000002-1024x639@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,50

Cidade: 9,4/ 14,0 km/l (e/g)

Estrada: 10,2/ 14,9 km/l (e/g)

Motor: 1.0, de 82 cv e 10,5 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: de R$ 44.700 a R$ 50.900

Aparece à frente do Sandero em rendimento pela vantagem na aerodinâmica. O resultado até poderia ser melhor caso viesse equipado com direção elétrica ao invés de eletro-hidráulica.

O nova família de motores SCe virou sinônimo de bom desempenho e baixo consumo na Renault. Para quem busca economia de combustível e espaço de sobra, o Logan é uma boa opção. Rende 14,9 km/l na estrada.

9.º FORD KA+ 1.0

Ford Ka+ 1.0 web-kOnF-ID000002-1024x639@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,51

Cidade: 9,3/ 13,2 km/l (e/g)

Estrada: 10,7/ 15,3 km/l (e/g)

Motor: 1.0, de 85 cv e 10,7 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: de R$ 44.700 a R$ 50.900

A versão três-volumes não conseguiu ter melhor no desempenho que o Ka apenas pela aerodinâmica (os sedãs tendem a ter menor arrasto que os hatches). Mesmo assim, a eficiência energética do modelo faz dele uma ótima opção para relação economia e espaço, ao lado do Logan.

Com gasolina, o Ka+ alcança 13,2 km/l na cidade e 15,3 km/l na rodovia.

10.º FIAT UNO 1.0 e 1.3

Fiat Uno Way-kOnF-ID000002-1024x667@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,51

Cidade: 9,3/ 13,0 km/l (e/g)

Estrada: 11,0/ 15,0 km/l (e/g)

Motor: 1.0, de 77 cv e 10,9/ 1.3, de 109 cv e 14,2 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: de R$ 42.980 a R$ 51.080

A família de motores FireFly é uma das modernas hoje no mercado com litragem abaixo de 1.6. Tanto que consegue ter um resultado enérgico muito parecido tanto no 1.0 quanto no 1.3, mesmo o segundo oferecendo mais potência e torque.

Com isso o Uno fecha a lista do dez mais econômicos com diferentes versões, do Drive ao Sporting, vencendo no quesito emissões de poluentes o Chevrolet Prisma 1.0 e o Renault Sandero 1.0, que apresentam uma faixa de consumo próxima e o mesmo 1,52 MJ/km.

 

 

Gazeta do povo


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Ferrari de Schumacher é vendida por US$ 7,5 milhões em Nova York

Fiat anuncia recall para Punto, Dobló, Uno, Mobi, Palio, Strada e Grand Siena

Santa Catarina lança o primeiro carro elétrico desenvolvido totalmente no Estado

Motorista que estourar 20 pontos perderá CNH por 6 meses


Governo libera créditos do Nota Paraná para pagamento do IPVA

Governo libera créditos do Nota Paraná para pagamento do IPVA


Novo Honda Civic Si chega ao Brasil em 2018

Novo Honda Civic Si chega ao Brasil em 2018


Funcionário perde controle de BMW de concessionária e atinge pedestre

Funcionário perde controle de BMW de concessionária e atinge pedestre


Range Rover Velar leva 5 estrelas em teste de colisão na Europa

Range Rover Velar leva 5 estrelas em teste de colisão na Europa