Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Os 10 carros flex mais econômicos no Brasil

Atualizamos a lista com os modelos de melhor consumo na cidade e na estrada


segunda-feira, 04/setembro/2017
Os 10 carros flex mais econômicos no Brasil

Em julho deste ano o governo federal estabeleceu uma política que permite reajustes diários dos combustíveis, caso necessário. E na época, definiu uma nova alíquota tributária que encareceu o litro da gasolina e do etanol em até 30%.

Na última sexta (1.º), repetiu a dose elevando em 4,2% o preço da gasolina nas refinarias, o que deve refletir em novo aumento nas bombas nos próximos dias, ainda mais em véspera de feriado de 7 de setembro.

Os reajustes são mais sentidos para o motorista que usa o carro regularmente. Para este grupo, o consumo passou a ser um quesito ainda mais relevante na hora da escolher um veículo.

Para ajudar o consumidor neste tarefa, o Inmetro criou o programa de eficiência energética que aponta os gastos com gasolina, etanol e diesel na cidade e na estrada dos carros vendidos no Brasil. É uma ferramenta útil para balizar quais são os modelos mais econômicos e os mais beberrões.

Contudo, a entidade utiliza o consumo energético em MJ/km (megajoule por quilômetro) como critério para criar o ranking. Quanto menor este número, mais econômico é o veículo. Caso dois automóveis tenham o mesmo consumo, o desempate é feito pela quantidade de g/km de CO2, em ordem crescente.

Este levantamento é divulgado com frequência pelo Inmetro, à medida que novos veículos são lançados e outros vão deixando o mercado. E também atualizamos a lista dos dez carros flexíveis com os melhores índices acompanhando as novidades do mercado e também os ajustes regulares nos preços dos veículos.

A mair recente atualização inclui os recém-lançados Renault Kwid e o Fiat Mobi 1.0 GSR. Há modelos que possuem diferentes versões entre os melhores consumos, como é o caso do up! e do Mobi. Por isso, decidimos colocar no ranking apenas a melhor classificada para evitar repetições de um mesmo modelo. Confira:

1.º PEUGEOT 208 1.2

Peugeot 208 1.2-kOnF-ID000002-1024x568@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,39

Cidade: 10,4/ 14,8 km/l (e/g)

Estrada: 11,0/ 15,8 km/l (e/g)

Motor: 1.2, de 90 cv e 13 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: de R$ 52.990 a R$ 60.290

A adoção do motor 1.2 flex PureTech fez a 208 pular para o topo do ranking dos carros mais econômicos do país.

O consumo surpreende, especialmente na estrada, que, segundo o Inmetro, alcança 15,8 km/l quando abastecido com gasolina. No entanto, é comum ele passar deste índice na vida real.

O desempenho do Peugeot 208 1.2 é compatível com os modelos híbridos que rodam no Brasil.

2.º RENAULT KWID 1.0

Renault Kwid_20170903145730-kOnF-ID000002-1024x609@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,39

Cidade: 10,3/ 14,9 km/l (e/g)

Estrada: 10,8/ 15,6 km/l (e/g)

Motor: 1.0, de 70 cv e 9,8 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: de R$ 29.990 a R$ 39.990

O motor 1.0 SCe do Kwid, emprestado do Sandero, foi recalibrado para privilegiar o baixo consumo. Com isso, perdeu potência – no hatch maior são 82 cv no etanol – , mas aliado ao baixo peso do subcompacto tornou-se um dos modelos mais econômicos do país, lado a lado com o 208.

Na medição do Inmetro a diferença entre os dois está na emissão de poluentes: 86 g/km de CO2 do Renault, contra os 85 g/km do Peugeot.

3.º VOLKSWAGEN UP! 1.0 TSI

Novo_up_1-kOnF-ID000002-1024x683@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,40

Cidade: 10,0/ 14,3 km/l (e/g)

Estrada: 11,5/ 16,3 km/l (e/g)

Motor: 1.0 turbo, de 105 cv e 16,8 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: R$ 48.290 (Move)

O carro que inaugurou uma nova era para os motores turbo no Brasil passou por uma reestilização na linha 2018 e algumas evoluções em equipamento que fizeram o subcompacto subir uma posição na lista – havia sido ultrapassado pelo Fiat Mobi Drive 1.0 GSR.

A configuração Move alcança os 1,40 MJ/km graças ao uso de rodas de 14” com tecnologia ‘verde’ implementada no up! atualizado, o que se reflete em um rendimento de 16,3 km/l no ciclo rodoviário (gasolina). Quando equipado com as rodas de 15”, o rendimento cai para 1,44 MJ/km e faz 16,0 km/l.

Já o up! 1.0 aspirado possui índice de 1,46 MJ/km, consumindo 14,2 km/l na cidade e 15,3 km/l na estrada com gasolina.

4.º CITROËN C3 1.2

Citroen C3-kOnF-ID000002-1024x707@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,42

Cidade: 10,2/ 14,3 km/l (e/g)

Estrada: 10,8/ 15,6 km/l (e/g)

Motor: 1.2, de 90 cv e 13,0 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: de R$ 48.490 a R$ 55.940

O moderno motor 1.2 Pure Tech chegou também ao C3, o que possibilitou ao modelo figurar no ranking ao lado do coirmão 208.

A diferença dos números para o hatch da Peugeot está no peso entre os modelos e no coeficiente aerodinâmico. Isso não quer dizer que o C3 deixa a desejar, ao contrário, ele registra 15,6 km/l na estrada, segundo o Inmetro, mas pode ir além dependendo do peso do pé do motorista..

5.º FIAT MOBI 1.0 GSR

imagem_20170903145515-kOnF-ID000002-1024x682@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,43

Cidade: 9,8/ 14,0 km/l (e/g)

Estrada: 11,1/ 15,9 km/l (e/g)

Motor: 1.0, de 77 cv e 10,9 kgfm (etanol)

Câmbio: automatizado, 5 marchas

Preços: R$ 44.780

A versão automatizada apresenta a nova caixa que ameniza os solavancos nas trocas de marchas e a demora de resposta em arrancadas e retomadas – situações que arranharam bastante a imagem dos modelos automatizados com monoembreagem.

O Mobi GSR vem equipado com o novo motor 1.0 FireFly, de três cilindros, e chega fazer 14 km/l de gasolina na cidade, contra 13,7 km/k da opção com câmbio manual.

6.º FIAT ARGO 1.0

Fiat Argo-kOnF-ID000002-1024x645@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,45

Cidade: 9,9/ 14,2 km/l (e/g)

Estrada: 10,7/ 15,1 km/l (e/g)

Motor: 1.0, de 77 cv e 10,9 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: R$ 46.800

Equipado com o mesmo 1.0 FireFly, de três cilindros do Mobi Drive, o Argo consegue ter um desempenho no consumo bem similar ao subcompacto mesmo sendo maior. E o comportamento dinâmico do carro na cidade agrada bastante.

Recém-lançado, o modelo é aposta da Fiat para voltar a brigar pelo topo do ranking em vendas. A versão 1.0 Drive, segunda a montadora, será responsável por 35% das vendas do modelo, cabendo a 1.3 outros 40% e a 1.8, 25%.

7.º FORD KA 1.0

Ford KA-kOnF-ID000002-1024x683@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,49

Cidade: 9,2/ 13,5 km/l (e/g)

Estrada: 10,8/ 15,7 km/l (e/g)

Motor: 1.0, de 85 cv e 10,7 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: de R$ 43.760

Outro compacto com motor de três cilindros da lista. E curiosamente a versão de entrada 1.0 SE (1,49 MJ/km) gasta menos combustível que a 1.0 SEL (1,52 MJ/km), ambas com transmissão manual de 5 marchas.

O Ford Ka ainda detém o posto de 1.0 flex aspirado mais potente do país.

8.º RENAULT LOGAN 1.0

Renault Logan_20170903145241-kOnF-ID000002-1024x639@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,50

Cidade: 9,4/ 14,0 km/l (e/g)

Estrada: 10,2/ 14,9 km/l (e/g)

Motor: 1.0, de 82 cv e 10,5 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: de R$ 44.700 a R$ 50.900

Aparece à frente do Sandero em rendimento pela vantagem na aerodinâmica. O resultado até poderia ser melhor caso viesse equipado com direção elétrica ao invés de eletro-hidráulica.

O nova família de motores SCe virou sinônimo de bom desempenho e baixo consumo na Renault. Para quem busca economia de combustível e espaço de sobra, o Logan é uma boa opção. Rende 14,9 km/l na estrada.

9.º FORD KA+ 1.0

Ford Ka+ 1.0 web-kOnF-ID000002-1024x639@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,51

Cidade: 9,3/ 13,2 km/l (e/g)

Estrada: 10,7/ 15,3 km/l (e/g)

Motor: 1.0, de 85 cv e 10,7 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: de R$ 44.700 a R$ 50.900

A versão três-volumes não conseguiu ter melhor no desempenho que o Ka apenas pela aerodinâmica (os sedãs tendem a ter menor arrasto que os hatches). Mesmo assim, a eficiência energética do modelo faz dele uma ótima opção para relação economia e espaço, ao lado do Logan.

Com gasolina, o Ka+ alcança 13,2 km/l na cidade e 15,3 km/l na rodovia.

10.º FIAT UNO 1.0 e 1.3

Fiat Uno Way-kOnF-ID000002-1024x667@GP-Web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MJ/km: 1,51

Cidade: 9,3/ 13,0 km/l (e/g)

Estrada: 11,0/ 15,0 km/l (e/g)

Motor: 1.0, de 77 cv e 10,9/ 1.3, de 109 cv e 14,2 kgfm (etanol)

Câmbio: manual, 5 marchas

Preços: de R$ 42.980 a R$ 51.080

A família de motores FireFly é uma das modernas hoje no mercado com litragem abaixo de 1.6. Tanto que consegue ter um resultado enérgico muito parecido tanto no 1.0 quanto no 1.3, mesmo o segundo oferecendo mais potência e torque.

Com isso o Uno fecha a lista do dez mais econômicos com diferentes versões, do Drive ao Sporting, vencendo no quesito emissões de poluentes o Chevrolet Prisma 1.0 e o Renault Sandero 1.0, que apresentam uma faixa de consumo próxima e o mesmo 1,52 MJ/km.

 

 

Gazeta do povo


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Justiça condena Volks a pagar R$ 1 bilhão a donos de Amarok no Brasil por ‘dieselgate’

Encontro de Harley-Davidson vai movimentar o feriadão em Foz

PRF leiloa 140 veículos com lances a partir de R$ 1,5 mil

Superestrutura de iate de luxo é concluída


Ferrari Portofino será o novo modelo mais ‘acessível’ da marca; FOTOS

Ferrari Portofino será o novo modelo mais ‘acessível’ da marca; FOTOS


Segunda edição do Salão Náutico Marina Itajaí registra mais de R$ 40 milhões em negócios

Segunda edição do Salão Náutico Marina Itajaí registra mais de R$ 40 milhões em negócios


Motorista britânico destrói Ferrari uma hora depois de comprá-la

Motorista britânico destrói Ferrari uma hora depois de comprá-la


Carteira de motorista eletrônica valerá a partir de 2018

Carteira de motorista eletrônica valerá a partir de 2018



CFW Agência de Internet