Superinformado Notícias
Facebook
Twitter
Instagram

Viagens de fim de ano abrem boa temporada para oficinas mecânicas

Entender do negócio é fundamental para quem quer investir no segmento


segunda-feira, 14/dezembro/2015
Viagens de fim de ano abrem boa temporada para oficinas mecânicas

Basta chegar o período de férias para muitas pessoas viajarem com a família de carro. Porém, o cuidado deve ser redobrado com a segurança e a melhor coisa a ser feita antes de colocar o pé na estrada é levar o veículo até uma oficina mecânica para fazer uma revisão preventiva. Freios, embreagem, suspensão, câmbio e regulagem do motor são fatores muito importantes para uma viagem segura e devem ser observados por alguém de confiança antes de buscar novos rumos, como alerta o mecânico Gilmar Martins Fadel, da Mecânica Grão Mogol. “Não se pode brincar com coisa séria”, aconselha.

Gilmar conta que a demanda aumenta bastante no fim do ano, mas lamenta que o mercado tenha dado uma retraída por causa da crise econômica pela qual o país está passando. “Apesar da dificuldade, tivemos uma reação nos últimos três meses, e acredito que o movimento vá melhorar cada vez mais. Próximo de férias e feriados a oficina é muito procurada para revisão, o que é muito importante. Fazemos uma revisão geral, que inclui sistemas de freio, elétrico e de arrefecimento, troca de óleo, alinhamento, balanceamento, motor e suspensão. Se as rodas não estiverem alinhadas haverá um desgaste enorme dos pneus”, alerta.

Gilmar emprega hoje três pessoas e diz que não tem a intenção de ampliar o negócio. “Estamos muito bem desse jeito. O importante é fazer um serviço benfeito e conquistar o cliente. É isso que temos buscado ao longo desses quatro anos da oficina. Por outro lado, já estou há mais de 30 anos no ramo e minha experiência sempre me mostra o que deve ser feito. Não se pode querer dar um passo maior do que as pernas. Gosto do que faço e procuro fazê-lo da melhor maneira. Se o cliente traz o carro e quer uma revisão porque fará uma viagem, olhamos tudo e mostramos a ele o que deverá ser feito para que possa fazer um passeio tranquilo, sem colocar em risco sua vida e a dos ocupantes do veículo.”

Segundo Gilmar, nesse ramo de negócios, caso o empresário não ofereça um bom atendimento e não preste um serviço de qualidade, ele estará fadado ao fracasso. “Se o cliente for mal atendido, com certeza não voltará e ainda sairá falando mal de sua oficina por aí. Ser honesto com a clientela, proporcionar um bom atendimento, ter preços acessíveis e oferecer garantia dos serviços prestados são itens básicos que sempre procuro atender. Além do mais, gosto da minha profissão de trabalhar com automóveis e de conhecer pessoas e aqui na oficina sinto-me realizado”, garante Gilmar

Para Wellerson Ferreira Fontes, do Centro Automotivo Lesson, no qual é sócio com a mulher, Vilma Cerqueira Santos, a revisão preventiva é mais importante do que a corretiva. Sempre. A oficina existe desde 1998 e hoje emprega cinco pessoas. “Não trabalhamos com lanternagem e pintura. Nosso serviço é mecânica em geral e autopeças. Porém, se o cliente quiser comprar uma determinada peça que terá de ser trocada, poderá fazê-lo, sem problemas. Fica ao gosto de cada um”, salienta Lesson. “Como disse, é muito importante fazer uma revisão antes de viajar para não colocar em risco a vida dos ocupantes do veículo. Às vezes, uma pastilha de freio gasta ou uma suspensão ruim podem ocasionar um acidente fatal. Portanto, não se pode brincar com isso, pois é um assunto muito sério”, adverte o especialista, que está há 33 anos no ramo.

Wellerson diz que a demanda maior é para a revisão geral, que inclui os sistemas de arrefecimento (responsável por regular e controlar temperaturas consideradas ideais) e freios, mecânica, suspensão, embreagem, correias, câmbio e regulagem do motor. “Entrei nesse ramo por influência de um amigo. Na época tinha 16 anos e fui trabalhar com ele. Gostei e, com o tempo, fui fazendo cursos e praticando. Gosto do que faço e não tenho a intenção de mudar de profissão. Acredito que o sucesso de minha oficina esteja pautado no bom atendimento e na garantia de nossos serviços. Confiro tudo, não deixo passar nada. Talvez seja por isso que minha clientela seja grande e fidelizada”, orgulha-se.

O pequeno empresário garante que não tem do que reclamar. Embora lamente que o movimento tenha caído um pouco, considera o faturamento bom. “Tenho muitos clientes que me acompanham há muitos anos. Além disso, a cada dia aparecem outros e, como procuro fazer um serviço de qualidade, esses também se fidelizam.” Para abrir uma oficina, Lesson acredita que o empreendedor não investirá um capital menor do que R$ 80 mil. “Nesse ramo é preciso entender muito do assunto, proporcionar um bom atendimento e ser honesto com o cliente. Não há lugar para curiosos. Se o serviço for de má qualidade, o cliente não retorna nunca mais.”

BARULHINHO No ramo há mais de 25 anos, Willy Otto Keppel é o proprietário da Checkauto. Ele diz que a demanda aumenta bastante no fim do ano exatamente porque as pessoas que vão viajar de férias, principalmente para lugares mais distantes, resolvem fazer revisão antes de ganhar a estrada. “Isto é muito importante. Às vezes, um barulhinho, que pode parecer coisa boba, pode não ser e acaba acarretando algo maior, levando o veículo a sofrer algum tipo de acidente”, alerta.

Willy diz que quando o cliente leva o carro para uma revisão faz questão de dar uma geral. “Tenho oito colaboradores e fazemos questão de olhar a suspensão, sistemas elétrico e de freio, regulagem do motor, alinhamento, balanceamento, pneus, enfim, olhamos todo o sistema de segurança do veículo, que pode estar sujeito a alguma falha. Agora, a revisão não deve ser deixada somente para quando a pessoa vai viajar. É necessário levar o carro até uma oficina de tempos em tempos”, orienta. Além de serviço de mecânica em geral, a Checkauto, que está completando 15 anos, trabalha com lanternagem e pintura.

Keppel não lamenta pela crise e garante que o movimento da oficina está indo muito bem. “Procuro fazer um serviço de alta qualidade, oferecendo atendimento personalizado, aliado a preços acessíveis e à honestidade para com o cliente. Agindo assim, não tem como dar errado. Os clientes sempre voltam, além de divulgar a Checkauto. Por outro lado, ao longo desses anos conseguimos fidelizar uma boa clientela.”, orgulha-se o empresário.

SERVIÇO

Mecânica Grão Mogol
(31) 3654-3045

Centro Automotivo Lesson
(31) 3282-2279

Checkauto
(31) 2555-1007


Compartilhar
Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Google Plus

Leia Também
Sultão da Malásia ganha réplica de carro dos Flintstones

Confira os carros mais seguros de 2017, após teste de colisão

Milionária russa cobre Lamborghini com 1,3 milhão de cristais Swarovski

Renovada, Honda Biz completa 20 anos em 2018


Navegação e venda de lanchas devem crescer neste verão

Navegação e venda de lanchas devem crescer neste verão


Lançamento da NáuticaSC acontece neste sábado em Itajaí

Lançamento da NáuticaSC acontece neste sábado em Itajaí


Ford abre pré-venda do Mustang por R$ 299.900

Ford abre pré-venda do Mustang por R$ 299.900


Bons de revenda! Estudo aponta os carros com as menores depreciações no Brasil

Bons de revenda! Estudo aponta os carros com as menores depreciações no Brasil